Entrada » Últimas Actualiações » É o Meu Corpo - 04.06

Contador de visitas

mod_vvisit_counterHoje1836
mod_vvisit_counterOntem1660
mod_vvisit_counterEsta semana1836
mod_vvisit_counterÚltima semana14724
mod_vvisit_counterEste mês43739
mod_vvisit_counterÚltimo mês51321
mod_vvisit_counterTotal1832057

Online: 32 Visitantes 

Login

 
É o Meu Corpo - 04.06 Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 30 Julho 2008 15:50

 

1. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
P’lo caminho da justiça nos ensina a caminhar
Quando estamos reunidos e partilhamos Seu pão
Ele nos dá o Seu amor e a Sua paz

É o Meu Corpo: tomai e comei.
É o Meu Sangue: tomai e bebei:
Porque Eu sou a vida, porque eu sou o amor.
Ó Senhor faz-nos viver no Teu amor.


2. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
Em tudo o que nos legou manifesta o Seu amor.
Quem comer a Minha carne e beber o Meu sangue,
Permanecerá em mim e Eu nele.

3. Sempre que este pão tomais e deste cálice bebeis,
Até que o senhor volte sua morte anunciais:
Quem tomar indignadamente este santo alimento,
Será réu do Corpo e Sangue do Senhor.

4. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
Reuniu os homens todos na justiça e na verdade.
Quem no mundo quer amar é um membro do seu corpo
Nada o pode separar do seu amor.

5. Se beberdes deste cálice e comerdes deste pão,
O senhor vos há-de dar o dom da ressurreição.
Do altar vamos partir ao encontro dos irmãos,
Levando a graça de Deus em nossas mãos.

(Epifania)
6. O Senhor nos vem salvar e nos vem tornar irmãos,
Como os homens mais humildes trabalhou com suas mãos.
É o filho do carpinteiro, todo o dia a trabalhar,
Ele vive em cada dia para amar.

7. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
Percorreu o seu país para a todo o povo falar.
Revelou-lhe a salvação e falou-lhe de Seu Pai,
Proclamou a liberdade e o amor.

(Mistério Pascal)
8. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
No dia da grande ceia os pés aos seus foi lavar,
“Sabeis o que vos fiz, eu que sou Mestre e Senhor,
Eu vos dei o meu exemplo de amor.”

9. Foi tão grande o Seu amor, que se fez a nossa luz,
Foi tão sério o Seu amor, que morreu sobre uma cruz.
Foi tão forte o Seu amor, que da morte triunfou,
Do Seu túmulo o Senhor ressuscitou.

(Conclusão)
10. Glória ao Pai que nos criou, gloria ao Filho redentor.
Glória ao Espírito da vida que nos dá o Seu amor.
Unidos por este pão que o Senhor transformou,
Dêmos graças ao Senhor que nos salvou.

(Natal)
11. Como o Senhor nos amou, jamais alguém pode amar,
Quis nascer tão pobrezinho no presépio de Belém.
Os pastores e os reis magos Lhe trouxeram seus presentes,
Pois sabiam que era o precursor da paz.

É porque eu quero ser como Tu és.
É porque eu quero viver para Ti,
Que ó Senhor, Te peço que o pão que nos dás,
seja só para viver, só para Te servir.

 

Informações:
Autor: M. Bebaisieux

Áudio:

Cântico do Álbum: "Queremos Seguir Jesus - Apoio ao 3º Ano de Catequese"
 
Álbum:
Queremos Seguir Jesus - Apoio ao 3º Ano de Catequese
Carregue na imagem se desejar saber mais informações sobre o álbum.
 
 
 
Comentários (7)
  • pedro  - fixe
    :cheer: B) :kiss: :lol: :woohoo: :P :) ;)
  • Anónimo
    podiam por a musica
  • Anónimo  - É o Meu Corpo
    é uma pena não porem a música
  • Clóvis
    Nossa que linda, podiam colocar a música!!
  • ines :D
    devia de ter a musica :P
  • Administrator
    Já adicionamos um áudio ao cântico. O terceiro verso da segunda estrofe tem uma pequena diferença na letra. A versão correta é a indicada na página (e no PDF da partitura), não a do áudio.
  • Andréa
    :cheer: Ta linda à musica e é muito bonita a sua letra
Comentar
Os seus detals:
Comentário:
:angry::0:confused::cheer:B):evil::silly::dry::lol::kiss::D:pinch::(:shock:
:X:side::):P:unsure::woohoo::huh::whistle:;):S:!::?::idea::arrow:
Security
Por favor introduza o código anti-spam que lê na imagem.